BIOSSEGURANÇA EM CONSULTÓRIOS ODONTOLÓGICOS FRENTE À PANDEMIA DA COVID-19: uma revisão de literatura

Andriellen Menezes Corrêa, Caio Vinícius Ribeiro Brito, Fábio Luiz Neves Gonçalves

Resumo


A pandemia da COVID-19 condicionou medidas de biossegurança mais rígidas nos atendimentos odontológicos por todo o mundo. Diante disso, o objetivo deste estudo foi demonstrar os procedimentos de biossegurança na prática odontológica, durante a pandemia da COVID-19, com base na literatura pertinente. Para tanto, a presente pesquisa foi do tipo exploratória, desenvolvida a partir de uma revisão de literatura, utilizando palavras-chave correlatas ao assunto em bancos virtuais de dados, durante o período de 2020 a 2021, além de sites oficiais ligados aos órgãos de saúde nacional e internacional e outros documentos. Posteriormente, a partir das informações analisadas, gerou-se um quadro com os procedimentos de biossegurança. Os resultados apontaram que medidas de biossegurança precisam ser consideradas em três etapas: pré, durante e pós-atendimento odontológico. O maior número de normas de biossegurança está presente durante o atendimento, mas todas são importantes, independentemente da fase. Observou-se a importância da biossegurança para salvaguardar a saúde e a vida de profissionais em odontologia e pacientes, cujos procedimentos biosseguros precisam ser adotados por ambos (profissionais e pacientes) e iniciam no momento de agendamento da consulta ou tratamento até o descarte e armazenamento devido de resíduos. Sugerem-se estudos para verificar se as práticas de biosseguranças estão sendo aplicadas como deveriam e se estas estão sendo eficazes, assim como as principais dificuldades dos profissionais em Odontologia para a efetivação dos procedimentos biosseguros.

Texto completo:

PDF

Referências


AHMED et al. Fear and Practice Modifications among Dentists to Combat Novel Coronavirus Disease (COVID-19) Outbreak. Int. J. Envios. Res. Public Health., v. 17, n. 8, p. 2821, 2020.

AMERICAN DENTAL ASSOCIATION - ADA. Recommending dentists postpone elective procedures. Disponível em: https://www.ada.org/en/publications/ada- news/2020- archive/march/ada-recommending-dentists-postpone-elective- procedures. Acesso em: 16 set. 2020.

ATHER, A. et al. Coronavirus disease 19 (COVID-19): implications for clinical dental care. Journal of endodontics, v. 46, n. 5, p. 584-595, 2020.

BARROS, B. F. M. et al. Atendimento odontológico e medidas preventivas para COVID-19.

Brazilian Journal of Health Review, v. 4, n. 3, p. 9677-9692, 2021.

BORGES, L. C. Pandemia COVID-19 Novo Coronavírus e Odontologia. Jornal da ABO, ed. 171, 2020. Disponível em: https://www.abo.org.br/uploads/files/2020/04/jornal-abo-edicao-171.pdf. Acesso em: 10 set. 2021.

BRASIL. Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Nota técnica GVIMS/GGTES/ANVISA nº 04/2020: orientações para serviços de saúde: medidas de prevenção e controle que devem ser adotadas durante a assistência aos casos suspeitos ou confirmados de infecção pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2). Brasília, DF, 2020. Disponível em: https://www.gov.br/anvisa/pt- br/centraisdeconteudo/publicacoes/servicosdesaude/notas-tecnicas/nota-tecnica- gvims_ggtes_anvisa-04_2020-25-02-para-o-site.pdf. Acesso em: 15 set. 2021.

BRASIL. Ministério da Saúde. Secretaria de Políticas de Saúde, Coordenação Nacional de DST e Aids.Controle de infecções na prática odontológica em tempos de aids: manual e condutas. Brasília. 2000.118p.

CASTILHO, A. V. S. S. et al. COVID-19: risco biológico e protocolo de cuidados clínicos em Odontologia. In: FADEL, C. B.; MARTINS, A. S. (Org.). Odontologia e Integralidade do Cuidado: aspectos da formação profissional e dos serviços de saúde, Editora científica, v. 1, n. 1, 2021. 300p.

COELHO, M. G. Impacto del COVID-19 (SARS-CoV-2) a nivel mundial, implicancias y medidas preventivas en la práctica dental y sus consecuencias psicológicas en los pacientes. Int. J. Odontostomat, v. 14, n. 3, p. 271-278, 2020.

COLAÇO, J. L. et al. As transformações na biossegurança do atendimento odontológico frente a SARS-CoV-2 (coronavírus: covid-19). Revista Cathedral, v. 3, n. 1, p. 38-47, 2021.

COMISSÃO DE BIOSSEGURANÇA DA FUNDAÇÃO OSWALDO CRUZ - FIOCRUZ.

Portaria 131/2003. Disponível em: http://www.fiocruz.br/biosseguranca/Bis/StartBIS.htm. Acesso em: 12 out. 2021.

EUROPEAN CENTER FOR DISEASE PREVENTION AND CONTROL. ECDC

Technical report. Guidance for wearing and removing personal protective equipment in healthcare settings for the care of patients with suspected or confirmed COVID-19. ECDC, Solna, 2020. Disponível em: https://www.ecdc.europa.eu/en/publications-data/guidance-wearing- and-removing- personal-protective-equipment-healthcare-settings. Acesso em: 10 set. 2021.

FALLAHI, H. R. et al. Being a front-line dentist during the Covid-19 pandemic: a literature review. Maxillofacial plastic and reconstructive surgery, v. 42, n. 1, p. 1- 9, 2020.

FARIA, M. H. D. et al. Biossegurança em Odontologia e COVID-19: uma revisão integrativa. Pub. Cadernos ESP. Ceará – Edição Especial, v. 14, n. 1, p. 53 – 60, 2020.

FINI, M. B. What dentists need to know about COVID-19. Oral oncology, v. 105, p. 104741, 2020.

FRANCO, J. B.; CAMARGO, A. R.; PERES, M. P. S. M. Cuidados Odontológicos na era do COVID-19: recomendações para procedimentos odontológicos e profissionais. Rev assoc paul cir dent, v. 74, n. 1, p. 18-21, 2020.

GARBIN, A. J. I. et al. Biosecurity in public and private office. Journal of Applied Oral Science, v. 13, p. 163-166, 2005.

GE, Z. Y. Possible aerosol transmission of COVID-19 and special precautions in dentistry. Journal of Zhejiang University-SCIENCE B, v. 21, n. 5, p. 361-368, 2020.

HASÖKSÜZ, M.; KILIÇ, S.; SARAÇ, F. Coronaviruses and sars-cov-2. Turkish journal of medical sciences, v. 50, n. SI-1, p. 549-556, 2020.

ISER, B. P. M. et al. Definição de caso suspeito da COVID-19: uma revisão narrativa dos sinais e sintomas mais frequentes entre os casos confirmados. Epidemiologia e Serviços de Saúde, v. 29, n. 3, 2020.

IZZETTI R, N. et al. COVID-19 Transmission in Dental Practice: Brief Review of Preventive Measures in Italy. Journal of Dental Research, v. 99, n. 9, p. 1-9, 2020.

JORGE, A. O. C. Princípios de biossegurança em odontologia. Ed. 1, Taubaté: UNITAU, 1998. 39p.

LI, J. Y. et al. The epidemicof 2019-novel-coronavirus (2019-nCoV) pneumonia and insights for emerging infectious diseases in the future. Microbes And Infection, v. 22, n. 2, p. 80-85, 2020.

LINS, N. A. E. et al. COVID-10: Biossegurança e ensino na clínica odontológica. Pub Rev. Odontol. Clin. Cient., v. 19, n. 3, p. 232237, 2020.

LO GIUDICE R. The Severe Acute Respiratory Syndrome Coronavirus-2 (SARS CoV-2) in Dentistry. Management of Biological Risk in Dental Practice. Int. J. Environ. Res. Public Health, v. 17, n. 9, p. e3067, 2020.

LOTUFO, R. F. M.; GIORGI, S. M. Infecção cruzada. Rev. Assoc. Paul. Cir. Dent., v. 45, n. 2, 1990.

MACHADO, G. M. et al. Biossegurança e retorno das atividades em odontologia: aspectos relevantes para enfrentamento de covid-19. STOMATOS, n. 26, v. 50, 2020.

MAIA, A. B. P.; REIS, V. P.; BEZERRA; A. R.; CONDE, D. C. Odontologia em tempo

de COVID-19: Revisão integrativa e proposta de protocolo para atendimento nas unidades de saúde bucal da polícia militar do estado do Rio de Janeiro-PMERJ, 2020. Pub. Rev. Bras. Odontol., v. 77, n. 1, p. 1-8, 2020.

MENG, L.; HUA, F.; BIAN, Z. Coronavirus Disease 2019 (COVID-19): emerging and future challenges for dental and oral medicine. Journal Of Dental Research, v. 99, n. 5, p. 481-487, 2020.

MORAES, G. et al. Biossegurança e retorno das atividades em odontologia: aspectos relevantes para enfrentamento de covid-19. Stomatos, v. 26, p. 1-16, 2020.

PENG, X. et al. Transmission routes of 2019-nCoV and controls in dental practice.

International Journal Of Oral Science, v. 12, n. 1, 2020.

PINELLI, C. et al. Biossegurança e odontologia: crenças e atitudes de graduandos sobre o controle da infecção cruzada. Saúde Soc., v. 20, n. 2, p. 448-61, 2011.

PIRES, F. S.; FONTANELLA, V. Biossegurança no ensino odontológico pós- pandemia da COVID-19. Porto Alegre, RS: ABENO, 2020. 86 p.

SILVA, R. O. C. et al. Protocolos de atendimento odontológico durante a pandemia de COVID-19 nos países do MERCOSUL: similaridades e discrepâncias. Vigilância Sanitária em Debate: Sociedade, Ciência & Tecnologia (Health Surveillance

under Debate: Society, Science & Technology) – Visa em Debate, v. 8, n. 3, p. 86- 93, 2020.

TENANI, C. F. et al. Biossegurança como ampliação da qualidade para o atendimento odontológico na atenção primária à saúde em tempos de pandemia por Covid -19. Ações que ampliam o acesso e a qualidade na atenção odontológica, p. 55-62, 2020.

TUÑAS, I. T. C. et al. Doença pelo Coronavírus 2019 (COVID-19): uma abordagem preventiva para Odontologia. Revista Brasileira de Odontologia, v. 77, n. 1, p. 10- 16, 2020.

VAN DOREMALEN, N. et al. Aerosol and surface stability of SARS-CoV-2 as compared with SARS-CoV-1. N. Engl. J. Med., v. 382, n. 16, p. 1564-7, 2020.

WAX, R. S.; CHRISTIAN, M. D. Practical recommendations for critical care and anesthesiology teams caring for novel coronavirus (2019-nCoV) patients. Can J Anaesth., v. 67, v. 5, p. 568-76, 2020.

WORLD HEALTH ORGANIZATION - WHO. Rational use of personal protective equipment (PPE) for coronavirus disease (COVID-19): interim guidance, 19 March 2020. World Health Organization, 2020. Disponível em: https://apps.who.int/iris/handle/10665/331498. Acesso em: 10 out. 2021.

ZHU, D. Z. N. et al. A novel coronavirus from patients with pneumonia in China, 2019.

N Engl J Med, v. 382, p. 727-733, 2020.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.